Archive for setembro \30\UTC 2008

ficadica musical

30/09/2008

quem não conhece ainda, está perdendo MUITO tempo. james morrison é inglês, e acabou de lançar seu segundo álbum, chamado “songs for you, truth for me”. eu já era fã desde o primeiro disco, lançado em 2006, e chamado “undiscovered”, e agora, simplesmente viciei no novo, e não toca outra coisa no meu mp3 player – mentira, to aquecendo os motores e decorando as letras e coreografias (aloka) pro show da madonna em dezembro.

o rapaz tem uma voz que é uma delícia, forte, rouca, e seu som tem uma pegada de blues e soul com rock, que somando-se ao seu talento de vocalista e compositor, faz com que sua música seja irresistível. e sem contar que ele é uma gracinha…

esse é o single novo, “you make it real”. super recomendo!

Anúncios

do medo de amar

29/09/2008

e concluo, então, que a dificuldade das pessoas em manter um relacionamento estável, ou minimamente cúmplice, está no fato de que ninguém quer abrir mão de suas manias, idiossincrasias, pelo outro. querem ser a forma de gelo, e nao a água – se adapte a mim, e seremos felizes enquanto você não derrete.

mas, como eu mesmo já disse, segundo minhas conclusões que nada tem de verdades absolutas, o que mais se têm hoje em dia é um sentimento que pode ser definido pela palavra medo. isso mesmo que você leu: M-E-D-O.

medo de abrir a porta. de se tornar vulnerável. de enlouquecer. de perder o controle – porque apaixonar-se verdadeiramente por alguém é perder o controle. e é muito mais seguro e confortável ficar no cantinho da festa, fazendo a linha “ok, estou bem aqui e sou uma pessoa centrada e autosuficiente”.

é tão difícil, e ao mesmo tempo tão bom quando você encontra alguém que não pensa assim! alguém que tem coragem pra se mostrar, bonito, feio, estranho, sensato, louco. alguém que tem coragem de abrir a porta, nem que seja a dos fundos (e sem putaria agora, oquei?). alguém que queria guardar as fotos daquele verão, daquela tarde ao som do violão. aquele papel do bombom dado no primeiro encontro. que queira acordar ao lado de alguém, e se sentir feliz simplesmente porque a primeira imagem que se vê quando abre os olhos, é o rosto da pessoa amada, com os olhos sujos de remela e a boca com vestígios de baba.

ok, hoje em dia se compra tudo, ou quase tudo. existem acessórios eróticos que cumprem as vezes de parceiros, existem filmes que suprem a nossa carência romântica, e é muito mais seguro se emocionar quando o mocinho beija a amada na tela, e se sentir confortável com isso. mas lembranças não podem ser compradas, nao se pode ligar pra um personagem da meg ryan quando se precisa de um abraço.

e é por isso que eu tou assim, hoje. porque a dois meses eu sou mais feliz. porque eu posso te ligar se preciso de um abraço, e mesmo que nao o receba de pronto, eu sinto que estou sendo abraçado pelo seu coração. que eu uso o seu casaco sempre, que guarda o seu cheiro. que eu invento músicas pra cantar no seu ouvido, quando você finge cair da cama.

por isso que eu escrevo esse post, especialmente para você.

ticos

15/09/2008

e então, acabou. mas vai ficar uma saudade de vocês, que em uma semana, entraram no meu coração de forma tão profunda que é praticamente impossível não dizer que vocês foram a graça desse mundial de futsal. fortam a simpatia – que irã que nada. é porque não conheceram vocês, e não viram como são pessoas boas.

aos meus amigos de costa rica, américa central, meu mais profundo obrigado, e em janeiro, nos vemos em San José!