Archive for março \31\UTC 2008

delícias da carne

31/03/2008

então, podem dizer que é coisa de pobre, de gente sem consciência, de assassinos.

mas eu ado-ro uma churrascaria.

prontofalei. muito franco.

sobre ser tosco

28/03/2008

depois de algumas divagações, cheguei a uma conclusão:

não é mais permitido ser tosco neste país.

ai de mim.

27/03/2008

e sei que a aula de fotografia tá lotada.

me adaptando…

27/03/2008

então, parece que estou me familizarizando com esse novo lugar. alguns ajustes aqui, outros ali, e logo logo estará do jeito que eu quero.

enquanto isso, paciência…

alguém lê issaqui?

“Just another wordpress blog” é o caral**

27/03/2008

bom, acabo de migrar pra cá, nao me habituei ainda a postar aqui, nem a mexer no layout do blog.

tudo uma questão de experiência. vamos ver no que dá.

como ser famoso com seu fotolog.

25/03/2008
como eu estou razoavelmente doente essa semana, me sinto no direito de escrever um post daqueles que eu adoro ler, mas que eu quase nunca escrevo. não por falta de coragem, ou qualquer bobagem, mas é basicamente porque minha vida já é caótica o bastante pra eu me preocupar em falar mal de outras pessoas. mas hoje, eu resolvi ser um pouquinho mais ácido.não sei se é porque, como estou de molho em casa, tenho tido mais tempo de zapear a televisão durante o dia, mas o fato é que tenho prestado mais atenção em programas que eu já tinha assistido, porém, nunca tinha tido aquele

insight, que te faz pensar “caraca, que porra é essa?”.e foi assim com o programa

“scrap mtv”, apresentado por marimoon. oi? mariquem?
sim, marimoon. pra começo de conversa, isso não é nome de gente.
e alguém me explica que cabelo é aquele? uma pessoa que usa madeixas cor-de-rosa choque, na minha opinião, é tem o gosto completamente duvidoso. reza a lenda que ela começou a “carreira” (oi?) com um fotolog, bastante visitado. aproveitou pra ganhar o dinheiro em cima dos
teenagers que copiavam seu estilo, e começou a vender camisetas e bolsas através da web.
suas fotos são clichês – aquele esqueminha básico de
fotologgers: sempre no mesmo ângulo que favorece mais, o rosto ligeiramente inclinado, fazendo o famoso “carão”. o biquinho também serve. e sempre, sempre na frente do espelho. se aparecer sua câmera foda, de 5.000 r$ parcelados em 36x, melhor ainda. afinal, lá vende-se a imagem.pois bem. sei que marimoon foi parar, não sei como, na mtv. tudo bem que, a primeira vista, ela chama atenção e tem empatia com os adolescentes – que aparentemente se tornaram o público-alvo da emissora. mas, gente, ela é muito ruinzinha. sérião.

há que se considerar sua inexperiência como apresentadora, indubitavelmente. mas não há como negar sua incapacidade de conduzir uma entrevista (todos os dias o programa recebe um convidado), e não foram raras as vezes em que presenciei visível constrangimento e desconforto dos entrevistados com o modo através do qual ela conduz a conversa.
isso sem contar que ela olha para a câmera fazendo pose, como se estivesse prestes a tirar uma foto. olhos semi-cerrados, sorrisinho no canto da boca, sempre de perfil.

no programa ela dá dica de música, moda, estilo, e, acreditem, até culinária. uma espécie de

ana maria braga reloaded, obviamente, muito mais modernosa e descolada. a intenção do programa é legal: reunir cultura pop e atitude, encarnados através de um personagem. porque, é isso que marimoon parece ser, um personagem recém-saído de um encontro cosplay (aquele em que as pessoas se travestem de personagens de desenhos japoneses). pode ser que meu prognóstico esteja errado, mas não acho que ela vá durar muito na mtv. a emissora tem a tradição de colocar novos vjs em teste por um ano, prorrogáveis

ad infinitum caso o apresentador demonstre competência para se manter por lá. vide marina person, uma das mais veteranas, que faz parte da emissora desde tempos imemoriáveis.verdade seja dita, marimoon tem um pingo de carisma. e pode aprender a multiplicar esse potencial, caso alguém intervenha urgentemente no seu trabalho. e, logicamente, se ela mudar a cor dos seus cabelos para um tom menos berrante, porque já é sabido a muito tempo: na tv, tudo que é exótico, cansa muuuito rápido…

24/03/2008

e então, subitamente acometido de febre, dores no corpo, dor de cabeça insuportável.
serei eu mais uma vítima da dengue?

continua…

23/03/2008


Duas visões de Vitória, ES.
Não me canso de me surpreender com a beleza desse lugar…

todo feriado tem seu fim

23/03/2008
[para ler ouvindo feist – now at last]

e chega a páscoa, daqui a pouco é natal de novo.
como o ano está passando depressa, minha gente.
e entre contas a pagar, amigos inteligentes e chiquérrimos e várias doses de “cu de burro”, foi-se o feriado prolongado. foi-se a irmã que mora no rj.

e ficou uma saudade. saudade de você, que é de longe. que ficou por pouco tempo. dos dias de sol, com preguiça de levantar, das madrugadas a dentro vendo tv. saudade daquela paisagem.

mas amanhã começa tudo, mais uma vez. a semana cheia de coisas, o projeto de pesquisa que eu não consigo escrever, a praia ali do lado, que não posso ir por falta de tempo, a saudade dos amigos.

daí você coloca uma música simples, mas alegre, seus óculos escuros, acende seu cigarro e tenta relaxar enquanto você espera o ônibus lotado, no calor infernal…

23/03/2008

então, o saldo do feriado prolongado que termina amanhã, sem dúvida, é positivo.
e nunca achei que cachaça fosse tão bom, minha gente.

e que uma festa com 5 pessoas loucas ouvindo o dvd da madonna, “confessions tour”, pudesse ser tão divertido.