Archive for dezembro \27\UTC 2006

27/12/2006

e a vida é assim mesmo, cheia de ciclos.

mal termina um – que talvez ainda nem terminou oficialmente – e outro já começa.

erro é pensar que as pessoas são estáticas, que não se movem. muitas vezes, vêm pra mais perto da gente.

mas também acontece da gente piscar, sabe. e, naquela fração de milésimo de segundo, quando abrimos os olhos novamente, já era. já não há mais ninguém ali, na nossa frente.

“olha, eu juro que tento, mas não consigo te entender…”

Anúncios

15/12/2006

ela me passou esse texto ontem.

achei perfeito, e coloco aqui também.

“e depois de tudo as pessoas tentam juntar os cacos só porque elas estão se sentindo mal com elas mesmas, não com o que causaram. aí não adianta. não adianta dar uma facada e ai, desculpe, não sabia que ia sangrar tanto. uma bela de uma bosta, um dia horroroso e é assim mesmo que vai ficar. só o tempo arruma. o tempo é o meu melhor amigo. às vezes nem ele arruma. mas pelo menos a gente aprende. boa sorte com o tempo, darling.” (c. a.)

15/12/2006

e então fica assim: a gente se esbarra por aí, quem sabe?

eu saio, tomo minha cerveja com meus amigos. e um dia a gente se encontra por acaso, e ri, e se diverte, e fala bobagem.

e eu vivo a minha desinteressante e miserável vida, vou à faculdade, à praia, ao cinema. você vai onde quiser.

cansei disso tudo, cansei.

e só estou sendo prático e tendo instinto de auto-preservação, ok?

pau no cu.

13/12/2006

preciso de cerveja. muita cerveja hoje.

bah!

pau no cu. caralho.