Archive for junho \28\UTC 2006

28/06/2006

E mesmo que eu tente te entender, eu não consigo. Porque você não é quem eu achava que você era. E suas atitudes tem me demonstrado claramente isso. E mais ainda, o fato de você estar com problemas – os quais eu não sei quais são, e nem são de meu interesse – não te dá o direito de dizer coisas duras às pessoas, nem maltratá-las, nem fazer com que elas se sintam mal.

Estou tomando partido, babe? Acho que não. Ou então estou tomando o meu partido. Porque eu sempre estive do seu lado, e quando não estava do teu lado, estava te carregando – como aquela célebre metáfora das “Pegadas na Areia”, presente nos cartões mais cafonas.

E sempre eu estava tomando o seu partido – e percebi que ninguém tomava o meu. Ninguém queria me ajudar, principalmente você, que sempre foi egocêntrico demais pra se preocupar com os outros. Sempre quis sempre ser o centro das atenções, mas se esquece que, fora dos holofotes, sempre há alguém que chora – e não é de alegria nem de rir do palhaço.