Dissemos coisas que nunca deveriam ter sido ditas. Coisas que não deveriam ter sido feitas.

Mas já foi. E pedir perdão é desnecessário, mesmo porque o amor perdoa antes do pedido. Mas não há como negar que as consequências, essas sim, o pedido de perdão por mais sincero que seja, não apaga.

E a falta de amor próprio é o que destrói a alma. Não saber como se deixou chegar a esse ponto. Não saber mais quem você é, qual é o propósito. Pra onde você vai.

Não que seja só culpa de uma das partes. Mas sim, das duas. E, principalmente, daquela parte que se anulou, quando deveria ter se policiado e não ter se deixado levar pela intensidade do outro. Porque também é intenso, e sendo assim, também necessita de doação.

Tempos confusos.

Só queria que você soubesse que eu quero você por perto. Preciso de você por perto.


Anúncios

Uma resposta to “”

  1. Lulu de cacharrel Says:

    ” a falta de amor próprio é o que destrói a alma. “
    Breno, entrei pra agradecer sua visita e acabei me deparando com essa frase no seu post.Fiquei tocado com a veracidade dela.
    Ultimamente tenho preferido refletir na minha saude mental, trabalhar o meu “eu” do que sair a caça.
    Thanks pela visita, volte sempre ok
    e parabens pelo blog.
    abraco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: